Para que o Novo Aconteça

 

             

 

Vivemos num mundo cheio de energia e tudo a nossa volta são moléculas de energia dispostas de maneiras diferentes. Assim, temos que dar um sentido de utilidade aos objetos que estão na nossa casa, pois tudo tem que ter uma função, para que a energia flua e se renove. Por exemplo, uma cadeira é feita para se sentar e é dessa forma que tem que ser usada, um objeto de arte deve enfeitar e assim por diante; se isto não acontece, a energia vai ficar estagnada e não flui, ficando até mesmo negativa.

  Se queremos uma renovação, temos que fazer uma higiene na nossa casa e até mesmo na nossa vida; jogar fora o supérfluo e o inútil, abrir e arejar, deixar o ar e a luz penetrarem e levarem qualquer energia que não combine conosco. Isto ocorre porque cada coisa tem o seu lugar específico, a sua finalidade, a sua própria consciência; é necessário que se dê lugar ao novo. Isto também deve ser feito com relação à nossa vida, se ela não está boa como queremos, devemos tomar consciência disso e assumirmos uma mudança. Se a nossa relação amorosa não nos satisfaz mais e não há maneira de melhorar, se o nosso emprego ou profissão não mais nos atrai, se a nossa casa não é mais confortável, devemos dar uma virada e mudarmos a nossa vida, com a finalidade de renovar, deixar fluir e trazer o novo.

 Devemos pensar que a vida está sempre em movimento, pois nem o tempo e nem os acontecimentos param; da mesma forma, devemos também evoluir e caminhar, para não correr o risco de ficarmos estagnados.

 

 

 

Selma Di Iulio

Artigos

<< PÁGINA PRINCIPAL >>