A Meditação

 

 

Existem muitas técnicas de meditação. Uma técnica interessante é a ensinada por Osho, que nos ensina que a meditação é um estado de clareza, e não um estado mental. A mente é confusão, ela nunca está clara, não pode estar. Os pensamentos criam nuvens à sua volta - eles são nuvens sutis. Uma névoa é criada por eles e a clareza é perdida. Quando os pensamentos desaparecem, quando não há mais nuvens a sua volta, quando você está em seu simples ser, a clareza acontece. Então você pode ver à distância, até o fim da existência; o seu olhar se torna penetrante - até o âmago do ser.

Meditação é clareza, absoluta clareza de visão. Você não pode pensar sobre ela; você precisa abandonar o pensar, ou seja, simplesmente não faça nada. Sente-se, deixe que os pensamentos se assentem, deixe que a mente se aquiete por si mesma. Relaxado, solto, sem esforço, sem ir a lugar nenhum, como se você estivesse caindo em um sono acordado - você está acordado e está relaxando, e todo o corpo está adormecendo. Você permanece alerta por dentro , mas todo o corpo entra em um profundo relaxamento. Os pensamentos se acomodam por si mesmos; você não precisa saltar sobre eles, não precisa tentar consertá-los. No Japão, esse "apenas ficar sentado" é chamado de zazen; apenas ficar sentado sem nada fazer e, um dia, a meditação acontece. Não que você a traga para si; ela simplesmente vem a você.

Tilopo, místico do século XI que levou os ensinamentos de Buda da Índia para o Tibete preconizava: "Não faça nada com o corpo, exceto relaxar; feche bem a boca e permaneça em silêncio; esvazie a mente e não pense em nada.".

 

Selma Di Iulio

Artigos

<< PÁGINA PRINCIPAL >>